domingo, 4 de abril de 2010

Caleidoscópios na Peça ALice com Sissi Venturin

http://www.youtube.com/watch?v=yAb3LALbDsc
Para assistir ao micro vídeo gravado no início de ALice, na GaL. La PhOtO.

Vamos, não adianta nada chorar assim! disse Alice para si mesma, num tom um tanto áspero, eu a aconselho a parar já! Em geral dava conselhos muito bons para si mesma (embora raramente os seguisse), repreendendo-se de vez em quando tão severamente que ficava com lágrimas nos olhos; (...) pois essa curiosa criança gostava muito de fingir ser duas pessoa.


Lewis Carroll




O quinto trabalho da Cia. Espaço em BRANCO iniciou temporada no final de março na Galeria La Photo.
As apreentações acontecem sempre nas quintas-feiras, às 20h, na Travessa da Paz, 20, Bom Fim.
Sissi inicia a atuação quando Alice cai no buraco. Para isso, desce de rapel do teto até um círculo no qual são projetadas imagens em vídeo produzidas por LeOnardO RemOr. As imagens caleidoscópicas que aparecem foram captadas no ateliê caleidoscópico do Castelinho do Alto da Bronze. Foi utilizado um modelo Magiscópio, com óleo, no qual as mandalas adquirem movimento e viram..cinema.  Fazem parte da pesquisa que desenvolvo há três anos, desde que aprendi a construir esse modelo e percebi as aplicações possíveis em foto e vídeo.





ALICE é livremente inspirado nos livros de Lewis Carroll, com direção e atuação de Sissi Venturin, que convida os espectadores a entrar na obra, fazer parte do jogo de cartas, do jogo da peça. Eles são convidados do Banquete de Desaniversário, a Hora do Chá, cujo prato principal é o corpo da atriz, em situações que trazem à tona alguns dos personagens de Carroll, todos vividos por ela. A peça não pretende contar a história, mas desfaz a narrativa para ser uma construção abstrata e sensível preenchida de sentido pela platéia, assim como são os livros. A atmosfera onírica e nonsense, convida a vivenciar o País das Coincidências, onde a relação é criadora do percurso. A atriz atravessou seu espelho, olhando para si através da coragem em descobrir o novo e entrar no buraco escuro que existe na personagem Alice. Lá encontrou maravilhas. Aqui, na peça, o encontro entre obra e público quer celebrar-se, depende de todos construir a jornada!

FICHA TÉCNICA

Direção e Atuação: Sissi Venturin; Iluminação: João de Ricardo; Operação de video e áudio: Leonardo Remor; Direção e Arte dos vídeos: Sissi Venturin e Leonardo Remor; Fotografia e Montagem dos vídeos: Tiago Coelho; Finalização de vídeo e áudio: Marcos Lopes; Ilustração e Design Gráfico: Talita Hoffmann;
Colaboração criativa, afetiva e intuitiva:  Marina Mendo, Leonardo Machado e João de Ricardo.

Clique aqui e leia o texto de Gaby Benedyct sobre a peça

2 comentários:

angela disse...

Oi! também sou alucinada por kaleidoscópios. vou linkar seu blog em um dos meus blogs, o http://pollyannavelha.blogspot.com
AMO! tenho montes, um diferente do outro e me arrependo dos que vi e não comprei . Quem sabe se você não me ajuda? Meu filho me comprou um mas já veio embaçado. O que faz embaçar?

buzzingstreet disse...

Result season is back again and the best part is Nifty is showing good recovery now. Let’s see if investors who invested blindly in stock market are able to recover their losses now or not.
We always say it’s always better to trade with proper trading levels and stock traders should not trade blindly.