quinta-feira, 17 de dezembro de 2009

CaLeidOscÓpiOs na 72 NY GaLLery

A CONVITE DO ARTISTA PLÁSTICO ANDRÉ VENZON, OS CALEIDOSCÓPIOS RECICLADOS PARTICIPAM DA IIª EXPOSIÇÃO DE ARTE DA 72 NEW YORK GALLERY.

MODELOS CONSTRUÍDOS ESPECIALMENTE PARA A MOSTRA NAS VERSÕES MECÂNICO E ÓLEO, COM REAPROVEITAMENTO DE TUBOS DE PAPELÃO E TAMPAS DE GARRAFA DE LEITE, ALÉM DE ESPELHOS.
EM UMA DAS SALAS, A MOSTRA CORNER:
MOBILIÁRIO DE ARTE DO MUNDO ARTE GLOBAL PARA 72 NY GALLERY.
DOIS ESTILOS E CONCEITOS DIFERENTES FRENTE À FRENTE NA MESMA SALA.
CORNER PUNK
BUSCA REFERÊNCIAS NA REBELDIA DO ESTILO PUNK E GRUNGE DOS ANOS 80.
CORNER ORGÂNICO
BUSCA REFERÊNCIAS EM ELEMENTOS ORGÂNICOS E MATERIAIS REUTILIZADOS.
NA COLEÇÃO MY ART FOR SALE,
COLETIVA DE ARTE A PREÇOS ACESSÍVEIS PARA PRESENTEAR COM ORIGINALIDADE NESTE NATAL!
EXPOSIÇÃO ABERTA DE
15/12/2009 à 15/01/2010.
RUA NOVA IORQUE, 72
video

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

Próximas oficinas de CaLeidOscÓpiO


No dia 9 de janeiro, sábado:
CaLeidoscópiO básico, como o da imagem acima, feito de tubo de papelão.
Duração: das 14h às 16h30m
Todos os materiais incluídos, levar apenas 20 sacolinhas de supermercado para reutilizar.
Investimento: 60 reais.

No dia 10 de janeiro, domingo:
CaLeidoscÓpiO de ÓLeO (MagiscópiO), como o da foto acima.
As mandalas adquirem movimento dentro do líquido e viram cinema.
O modelo foi premiado como o brinquedo mais criativo do mundo em 1990.
video
Duração: das 14h às 17h
Todos os materiais incluídos na oficina.
Investimento: 100 reais
LocaL: Castelinho do Alto da Bronze
Rua Gen Vasco Alves, 432
Centro Histórico
Porto Alegre
Inscrições pelo telefone 51 3779 9896 (secretária eletrônica)
Cel 9956 0147
ou castelinhocultural@yahoo.com

sábado, 5 de dezembro de 2009

Ateliê CaLeidOscÓpicO na BiOnaT expO 2009



O estande do projeto Caleidoscópio Arte-Reciclagem, da montagem à Oficina gratuita que aconteceu na sexta.

Os briqnuedos que estão sendo comercializados, a partir de 12 reais, frutos da reciclagem de matérias primas.


A visita e apoio logístico da colega de castelo e artista plástica Adriana XapLin.

Alunas aprendem todas as etapas do brinquedo, e também A Visão CaLeidOscÓpica da Vida (texto disponível neste blog).

A próxima oficina de construção do caleidoscópio acontece neste domingo, 15h30m, no próprio estande do projeto, no Cais do Porto. Entra pelo pórtico principal, próximo aos Correios, é o armazém da direita, onde é o Teatro Sancho Pança da Feira do Livro. Inscrições uma hora antes da oficina no estande.

Para dúvidas consulte o passo a passo postado no blogue.
Visite também www.castelinhodoaltodabronze.blogspot.com

video
E participe da festa Noite das Máscaras, no dia 12 de dezembro, próximo sábado, 21h no Castelinho, Gen Vasco Alves 432 Esquina Fernando Machado. Traje: Máscara, atrações musicais tearais, projeção psicodélico caleidoscópica com ELen de OLiveira e Gaby Benedyct, cachacinhas bebidinhas e comidinhas do Bar da Chica e muito mais, para comemorar o final de ano das artes no Castelinho do Alto da BrOnze. Ingressos antecipados a 15 reais (na hora 20) com a ELen pelo 3779 9896.

segunda-feira, 28 de setembro de 2009

MandaLas em mOvimentO

video
Imagem captada por câmara de video LumiX Panasonic 10mp Lentes Leica. CaLeidoscópio modelo Magiscópio, ÓLeo. As mandalas se formam pela reflexão das pecinhas coloridas que caem dentro do óleo. O movimento cria as mandalas animadas, cujo desabrochar e retração são acompanhados pelo observador. É cinema caleidoscópico!

domingo, 6 de setembro de 2009

OFicina de cOnstrUçãO dO brinquedO CaLeidOscÓpiO


NOvas Turmas:

12 de setembro, sábado - 14h-16h30m * CaLeidOscÓpiO de ÓLeo

Todo material incluído.
Investimento na felicidade: 120 reais

20 de setembro, dOmingO - 14h-16h30m ** CaLeidOscÓpiO de ÓLeo
Tudo incluído, investimento: 120 reais

APENAS TRÊS VAGAS


** O CaLeidOscÓpiO de ÓLeo é um dos mais atuais, modelo criado na década de 90 e batizado de magiscópio. Em um prêmio internacional, foi considerado o brinquedo mais criativo do mundo. As partículas coloridas são colocadas dentro de um tubo de ensaio transparente, e o movimento vertical produz formas animadas quando refletidas pelos espelhos.
*O CaLeidOscÓpiO FOI criado pelo físico escocês David Brewster em 1816. Desde os tempos dos antigos egípcios eram conhecidos os princípios de simetria e reflexão, quando se poliam peças de pedras planas para formar Ângulos e observar as imagens multiplicadas. Mas foi David Brewster que colocou espelhos dentro de tubos, uniu as palavras gragas KaLos (beLo), EidOs (imagem) e Skópeo (Observar) = ver belas imagens. Os três espelhos planos ligados em formato triangular refletem e multiplicam partículas coloridas colocadas na extremidade oposta ao olho. Forma imagens que se modificam a um simples toque da mão. Para mais detalhes existe um passo-a-passo no http://www.tripcaleidoscopica.blogspot.com/. É o básico, aconselhado para aqueles que nunca construíram o brinquedo.
Informações:
51 3779 9896
Membro da Brewster Society International

terça-feira, 28 de julho de 2009

PrÓximas OFicinas nO CasTeLo


Novas turmas:
Dia 08/08, sábado, 14h * CaLeidoscÓpiO MecânicO
Dia 09/08, domingo, 14h **CaLeidOscÓpiO de Óleo
22 de agOsto, sábado - 14h * CaLeidOscÓpiO MecânicO
23 de agOsto, dOmingO - 14h ** CaLeidOscÓpiO de ÓLeo

SetembrO - 05, sábado, 14h * CaLeidoscÓpiO MecânicO
06, domingo, 14h ** CaLeidOscÓpio de ÓLeo


*O CaLeidOscÓpiO mecânico é o primeiro modelo criado pelo físico escocês David Brewster em 1816. Desde os tempos dos antigos egípcios eram conhecidos os princípios de simetria e reflexão, quando se poliam peças de pedras planas para formar Ângulos e observar as imagens multiplicadas. Mas foi David Brewster que colocou espelhos dentro de tubos, uniu as palavras gragas KaLos (beLo), EidOs (imagem) e Skópeo (Observar) = ver belas imagens. Une três espelhos planos ligados em formato triangular que refletem e multiplicam partículas coloridas colocadas na extremidade oposta ao olho. Forma imagens que se modificam a um simples toque da mão. Para mais detalhes existe um passo-a-passo no http://www.tripcaleidoscopica.blogspotc.com/. É o básico, aconselhado para aqueles que nunca construíram o brinquedo.
** O CaLeidOscÓpiO de ÓLeo é um dos mais atuais, modelo criado na década de 90 e batizado de magiscópio. Em um prêmio internacional, foi considerado o brinquedo mais criativo do mundo. As partículas coloridas são colocadas dentro de um tubo de ensaio transparente, e o movimento vertical produz formas animadas quando refletidas pelos espelhos.
Investimento na felicidade:
*CaLeidOscÓpiO mecânico: R$ 80,00
**CaLeidOscÓpiO de ÓLeo: R$100,00
As duas OFicinas: R$ 160,00
Não precisa levar nada, material e introdução teórica incluídos.
Informações:
51 ...
Membro da Brewster Society International

Rosane MOrais expÕe na Arte Aplicada em POA/RS

video
Arte Aplicada: Miguel Tostes, 753 Porto Alegre
www.arteaplicada65.com.br
Com peças da artista ROSANE MORAIS, sugerimos a releitura das marcas que a vida nos dá.

Com um trabalho cheio de emoção, sensibilidade e memórias ela utiliza-se de materiais como o tule, fotos, tecido, fios, linhas e bastidores, para retratar, dar forma a momento de uma família, de uma pessoa em especial. O preto e branco, dão um significado de negativo... o negativo da vida, emoções passadas a limpo, memórias....

Rosane define assim seu trabalho:

Cicatrizes psicológicas são muito fortes. Dor, saudade, perda, alegria, amor, prazer...

Muito tempo, pesquisas... cheguei na pele, que envolve tanto o psicológico como o orgânico.

A pele marca nascimento, vida e morte, com cicatrizes visíveis e invisíveis.

Minha imagem mostra minhas marcas.

A agulha e a linha costuram a roupa e costuram a pele que representam a dor, a cura e a proteção. Linha que tecemos nossa própria história!

O redondo dos bastidores que minha mãe usava....

A brincadeira de roda, o carrossel, a roda gigante... brincadeiras da minha vida.

A flor... a flor da pele... o cotidiano fazendo um relação da flor com a pele que mostra as marcas do tempo.

Pela textura leve e transparente do tule, com a forma de células. Lembrando véus, mosqueteiros, proteção como a pele.

terça-feira, 30 de junho de 2009

Primeira OFicina de CaLeidOscÓpiO nO CasTeLo


A OFicina de CaLeidoscópiO Mecânico já está marcada e acontecerá em duas turmas, a escolher:
Dia 9 de julho, sexta, das 9h da manhã ao meio-dia;
e
no dia 10 de julho, das 14h às 17h.
Investimento na FeLicidade: R$ 80 à vista
ou R$ 50 no ato e cheque de R$ 40 para 30 dias
Todo o material incluído no vaLor.
Cada aluno vai construir o seu brinquedo filosófico, modelo mecânico, igual ao inventado pelo físico escocês David Brewster em 1816.

A visão caleidoscópica da Vida

Eu sempre amei caleidoscópios e tenho alguns deles. Toda vez que me deparo com um momento de pouca ou nenhuma criatividade, pego um caleidoscópio e brinco com ele. Começo a girá-lo para um lado e para o outro. Observo a metamorfose das imagens. Com cada giro, eu crio algo novo com o que já estava lá. É uma grande ferramenta para ensinar a pensar criativamente.

Na vida, as coisas nem sempre são o que parecem ser, e se olharmos de diferentes ângulos, poderemos enxergar algo novo. Nós podemos também tomar pedaços e partes de várias coisas e juntá-las para construir algo original. Se pensarmos na vida como um caleidoscópio, poderemos ver a possibilidade das mudanças ao nosso redor. Na próxima vez em que você estiver emperrado em alguma coisa e não puder ver a solução, ou sentir falta de criatividade, imagine que você está olhando para um grande caleidoscópio. Comece a girar as idéias, olhando para o problema de diferentes ângulos. Traga novos conceitos e veja como eles se combinam. Continue girando as imagens mentais até encontrar um padrão de que goste e então trabalhe com ele. O pensamento caleidoscópico tem a ver com olhar para as coisas de diferentes perspectivas, juntando o velho com o novo, disposto a mudar tudo se a possibilidade se apresenta.

Com o pensamento caleidoscópico, podemos nos desvencilhar de como as coisas deveriam ser, para expandir-nos em novas realidades. Mas é importante que nesse processo você não busque uma imagem pré-definida como resultado. Abandonar o controle é o exercício.

Você pode, em sua vida, assim como girar um caleidoscópio, estar preparado para ver e aceitar qualquer nova imagem que surja, a partir das novas combinações dos elementos que já estavam lá. Esse é o princípio do pensamento caleidoscópico. Para exercitá-lo, é necessário que você se desprenda, libere os atuais conceitos cristalizados, as convicções, para encontrar uma nova resposta.


Um caleidoscópio é um instrumento místico que organiza fragmentos dispersos em uma unidade harmoniosa.

Myriam, com tristeza, aperta em suas mãos objetos aparentemente sem valor – esta é uma cena do filme "Bee Season"- Palavras de Amor, título em Português. Neste filme, os caleidoscópios representam um papel importante.

Os fragmentos nas mãos de Myriam correspondem aos objetos no caleidoscópio, os símbolos de memórias e reminiscências das experiências diárias. Algumas são agitadas, outras contém pesares, dores, ou esperanças, alegrias e bênçãos. Os fragmentos de memória parecem dispersos na desordem, causando caos.

Fazer um caleidoscópio é criar uma infinidade de imagens que refletem cada uma das experiências do criador. Por trás do processo, existe o desejo de transformar a confusão em ordem, para saber o significado de cada experiência da vida.

Richard Gere atua como Saul, marido de Myriam e pai das duas crianças do filme. Ele é um professor conhecido por seu fascínio a respeito do Budismo Tibetano. As mandalas do Tibet são feitas de areia, e não lhes é permitido continuar intactas. Apesar do trabalho dedicado à sua construção, e do deleite de encontrar significados nelas, são destruídas a cada ritual, no fim do qual sempre é ordenado o processo de destruição. Mesmo que as mandalas não apareçam no filme, eu sinto a analogia entre elas e as imagens nos caleidoscópios, nas quais ambas são repetidamente formadas e destruídas. Esta é a cena na qual Myriam dá a sua filha um caleidoscópio sem nenhum objeto dentro – apenas o triângulo de espelhos. Ele pode significar o retorno ao caos. Por outro lado, Myriam possui um lugar secreto onde pendurou pedaços de objetos, que ela pensa serem seus complementos. Lá ela tenta restaurar o UNO perfeito, uma ordem esquecida. Quando Myriam se vê diante de uma criança sagrada, a sua filha, instintivamente lhe dá um caleidoscópio. Este ato pode ser originado do mais caro desejo, que todos os seres humanos têm em comum, de aprender o significado da experiência mostrada por Deus. Esta cena também sugere que a harmonia pode retornar depois do caos. Quando existe luz abundante, todas as partes do caleidoscópio são iluminadas. Luz é um símbolo de Deus, o criador do universo. Sem luz (sem Deus), você não pode ver nada no caleidoscópio. Ao mesmo tempo, muita luz –se você busca Deus demasiadamente – poderá ofuscar as imagens até que desapareçam na distância. Que fundamental e primordial princípio está operando aqui! Da confusão, para a harmonia; do caos para os caleidoscópios. Um caleidoscópio é um instrumento místico que limpa a confusão e cria harmonia. A vida diária pode ser frustrante e sua alma pode ficar abatida e desencorajada. Mas olhe atentamente dentro de um caleidoscópio e veja os objetos mostrando diferentes tonalidades e padrões todos os dias, e sua confusão vai desaparecer no silêncio, na luz, na beleza. Virá o tempo em que você vai enxergar a completa harmonia entre as cores e formas geométricas de um caleidoscópio – a harmonia do universo. Neste momento mágico, você vai compreender que as coisas que causam os distúrbios são apenas partículas no vasto, calmo e pacífico universo. Não é surpresa que muitos hospitais e casas de saúde estejam começando a usar caleidoscópios como parte do tratamento médico.

* Michi Araki – proprietário da Mukashi-Kan, loja especializada em caleidoscópios, EEUU.

Traduzido por Elen de Oliveira com auxílio do Yázigi Dictionary.

domingo, 21 de junho de 2009

O CasTeLo vai reabrir...



CasteLinhO do ALTO da BrOnze é reaberto por sete artistas

Nos anos 40, um rumoroso caso de amor movimenta a capital gaúcha. Uma bela jovem e um homem casado se tornam amantes. Carlos Eurico Gomes , aficcionado por castelos, decide construir um, de arquitetura medieval e janelas em estilo gótico para aprisionar sua amada, Nilza Linck, no Alto da Bronze. Mais precisamente no cruzamento das ruas Vasco Alves e Fernando Machado.

Um escândalo para a época, ainda mais que Eurico era político do PSD e casado com Ruth Caldas, irmã do diretor do jornal Correio do Povo.

O casal morou no castelinho durante 4 anos, ao fim dos quais Nilza teria fugido. O tema virou livro em 93. O romance histórico A prisioneira do Castelinho do Alto da Bronze foi escrito pelo professor universitário, ensaísta, doutor em Sociologia pela Sorbonne, Juremir Machado da Silva.

Depois da década de 50, o local já foi boate, clube de escritores e palco para peças de teatro. Após três anos fechado, o Castelinho reabre agora como espaço de cultura e arte, pela associação de sete artistas: Alejandro Ruiz Velasco, Adriana Xaplin, Elen de Oliveira, Lena Kurtz, Lisete Bertotto, Manoel Henrique Paulo e Sandra Santos.

O Castelinho do Alto da Bronze Cultural adota como linha o desenvolvimento da cultura e da arte, dos saberes tradicionais, do respeito à diversidade, À ecologia e à integração ao Centro Histórico de Porto Alegre.

O local foi preparado para abrigar os ateliers dos sete artistas, que vão oferecer oficinas e eventos artísticos abertos à comunidade.

SAIBA O QUE VAI SER OFERECIDO

OFICINAS

Pintura, escultura, caleidoscópios, toy art, papel machê, literatura, contação de histórias, fotografia, teatro, quadrinhos, e roda de poesia.

TURISMO

Os integrantes do grupo criaram a AMACASTELO, Associação de Amigos e Artistas do Castelinho do Alto da Bronze CulturaL, que possui entre os objetivos incentivar o turismo, honrando a vocação natural do castelo, com visitas públicas guiadas e outros produtos turísticos. O Castelinho do Alto da Bronze figura na lista de Castelos do mundo.

QUANDO

A inauguração acontece sábado, 27 de junho, a partir das 16h. Recepção circense com o grupo Cia Mundo paralelo, Show com Os PoeTs & convidados abduzidos, Marisa Rotemberg, caleidoscópio gigante, exposições de arte, rifa de uma obra de cada artista residente & seus convidados, a R$5,00 cada número, sorteio às 22h.

Rua Gen. Vasco Alves 432 Esquina Fernando Machado.

CONFIRMAÇÃO DE PRESENÇA: castelinhocultural@yahoo.com

Centro Histórico

Porto Alegre

Informações: ELen de OLiveira 51 9956 0147



Inicio esta postagem com a mandala de crochê da Dona GLaci, minha mãe. É claro que uma hora dessas ela iria aderir....

Na sexta-feira eu e Adriana XaPLin fizemos a entrega oficial com foto e tudo do Grande CaLeidOs, atração caleidoscópica da inauguração do CasTeLinhO do Alto da BrOnZe CuLturaL, 27, sábado, a partir das 16h (chega lá...).

O artista Gerson marques trabalha com ferro e é o responsável pela estrutura de apoio do tubo espelhado e da ampola de óleo. Aguarde emoções psicodélicas extremas no dia 27. O Grande CaLeidOs é um modelo MagiscÓpiO, vencedor do prêmio de brinquedo mais criativo do mundo em 1990. Estará instalado no alto do castelo, no torreãO.

Lisete BertottO, Sandra SantOs, Adriana XaPLin e ELen na confraternização dionísica do dia 19 de junho no terraço do casteLo. Conjunções favoráveis, planetas alinhados...sucesso no horizonte.

O presente da natureza veio na forma desta exÓtica borboleta. Ficou conosco por muitos minutos e posou confiante para minha Leica macro.

ELen de OLiveira e Adriana XaPLin organizam o início do mutirão de limpeza do casteLo. Depois que começa, só vai...

E a gente acaba ficando a própria psicodelia...

Um dos convidados para a inauguração, Donaldo SchüLLer na noite de lançamento de Fronteiras e Confrontos, livro que compila as informações trazidas pelos conferencistas de 2008 do Curso de Altos Estudos fronteiras do Pensamento.

E aqui, clica no play e assiste ao vídeo da entrada do castelinho.
video

sábado, 23 de maio de 2009

Em busca do Eu-CaLeidOscÓpiO


Convidando a todos para ler o livro A vida como ela é para cada um de nós - Em busca do Eu-Caleidoscópio, Denise e Cristiane receberam os amigos no sábado 23 de maio, no Espaço de reflexão BororÓ 25.

OLhaí os CaLeidOscÓpiOs reciclados ocupando seu lugar no belo e fraterno universo da Bororó...


às 10h houve recepção com cafezinho e biscoitos..e às 10h30m exibição do filme Se eu fosse você, de Daniel Filho, com Glória Pires e Tony Ramos. Após cada cena, o grupo era convidado a discutir o que viu. Relacionamentos, papéis, padrões, desconexões. A idéia era mostrar o quanto podemos ser mais felizes se permitirmos que nosso ser assuma as variadas nuances humanas - o Eu-CaLeidOscÓpiO.

Participantes conhecem as delícias mandálicas do CaLeidOscÓpiO...

Eu, Denise e HeLoísa, sob as bênçãOs do sOL...

Para os tantos que ficaram de fora estará repetindo a programação no próximo sábado dia 30. Open House para a luz do sol e o rio Guaíba, na Rua BororÓ 25 na Vila Conceição, bairro Assunção em Porto Alegre. Inscrições pelo e-mail contato@bororo25.com.br. O telefone é 3346 6171.

NOvas CriaçÕes..

CaLeidOscOpiOs construídos com potes de iogurte....

...e imagens de cinema produzidas em vaselina...

...tubos de papelão que sobram do plástico-filme...

..detalhe do acabamento, em amarelo sobre pote de leite fermentado.

Quer conferir as imagens que ele forma? Então clica no play...
video
Todas as peças são únicas e levam a assinatura da artista.